Queridas amigas e estimados amigos, sinceras congratulações e os melhores votos para a virada de ano. As linhas que seguem foram compiladas dos escritos de Daisaku Ikeda, terceiro presidente da SGI (Organização Budista), na proposta de paz enviada à ONU em 2008, com o título “Resgatar a nossa humanidade: O primeiro passo para a paz mundial “.

Embora existam inúmeras diferenças entre os homens, ainda assim, são seres humanos. Todos se deparam com as mesmas questões fundamentais de existência – nascimento – envelhecimento – doença – morte.

Sêneca, filósofo da Roma antiga, descreveu o efeito que a filosofia deve ter em nossa vida: “A primeira coisa que a filosofia deve proporcionar é o sentimento de solidariedade, companheirismo e sociabilidade”. O grande humanista holandês Erasmo (1469-1536), declarou em nome da paz: “A denominação comum ‘ser humano’ é suficiente, nada mais é necessário para os homens conviverem em harmonia.”

É imperativo que todos tenhamos consciência de nossa responsabilidade individual e coletiva. Devemos criar o hábito da gratidão, esse sentimento nobre que demonstra nosso máximo respeito ao próximo e às nossas conquistas. É crucial dizermos muito obrigado, isso faz toda diferença nas relações com outras pessoas!

Aproveito para compartilhar com vocês um desejo que carrego há anos, que é a Retomada das Ações Culturais de forma Alternativa e Independente. As ações tem que fluir naturalmente, de acordo com a percepção da necessidade tanto de público, quanto artística. Tempos atrás desenvolvemos um projeto com base na demanda da época.  Talvez o momento para o START, tão esperado, esteja próximo! Jamais devemos perder de vista o fato de que, por mais que a tecnologia da comunicação avance, o ser humano é o que mais conta. É o indivíduo que é decisivo enquanto criador e protagonista da cultura.

O Budismo é uma filosofia de vida para transformação da nossa realidade. Por isso, a prática budista não é separada das dificuldades e acontecimentos do dia-a-dia. Podemos dizer que é, essência real da vida diária. “Budismo é bom senso, é conduzir as outras pessoas à felicidade e transformar a sociedade em que vivemos por meio da própria revolução humana”. Eis a grandiosidade do Budismo Nitiren Daishonin. Com este orgulho e convicção, continuaremos a conscientizar pessoas do propósito de construir uma cultura de paz no século 21.

Gostaria de finalizar essa reflexão com o trecho de um discurso do presidente Ikeda:  “A felicidade, como também a plena satisfação, encontram-se dentro do desafio para o nosso desenvolvimento e dentro das ações para o próprio fortalecimento, os quais se obtêm por meio do devotado empenho para o bem das pessoas, para o bem dos amigos e para o bem da sociedade”.

Seguindo as diretrizes da SGI e as recomendações do presidente Ikeda, meu mestre da vida, encerro esta mensagem com meus mais sinceros votos de boa saúde, vitalidade, infinita boa sorte e benefícios neste ano que se inicia, como também votos de paz, segurança e prosperidade a cada um dos senhores e aos seus familiares em suas respectivas comunidades.

Nitiren Daishonin declara: “Um grande mal prenuncia a chegada de um grande bem”. E também afirmou: “O importante é o coração”.

Mais uma vez, desejo a todos, um ano de muitas vitórias! Agradeço sinceramente sua atenção e paciência. Pratiquem o altruísmo e, por favor, cuidem da saúde!

Júlio Saggin,

PRODUÇÃO EM CENA